Notícias do Grupo Werlang

Bayer prepara soja LL para a safra 2016/2017

O uso da soja LL está aprovado pelos principais mercados consumidores (Foto: Thinkstock)

 

A Bayer Cropscience espera lançar comercialmente na safra 2016/2017 no Brasil a soja com a tecnologia Liberty Link (LL), já utilizada nas culturas de milho e algodão. Foi o que afirmaram, nesta terça-feira (23/6) representantes da empresa no 7º Congresso Brasileiro de Soja, em Florianópolis (SC). Segundo eles, o uso da soja LL está aprovado pelos principais mercados consumidores, mas ainda falta, no Brasil, o registro do princípio ativo do glufosinato de amônia, princípio ativo usado em herbicidas, ao qual a tecnologia é resistente.

O diretor de marketing estratégico para a soja, Cassio Greghi, explicou que a tecnologia visa ser uma “ferramenta adicional” ao manejo de plantas daninhas. Do ponto de vista mercadológico, a ideia é ganhar espaço como alternativa onde há redução de eficiência do glifosato oferecendo resistência a outro princípio ativo, com uso ainda para ser liberado.

“Chamamos nossa solução de adicional porque a gente entende que a tecnologia existente no Brasil e em outros países começa a apresentar gaps. É natural que isso aconteça depois de vários anos usando o mesmo ativo e essa nova tecnologia possibilita o uso de outro herbicida, diferente do glifosato. Em algumas regiões, o glifosato não é mais tão eficiente”, afirmou.
Nos últimos dois anos, a Bayer reforçou seus investimentos na área de sementes com seis aquisições de empresas. O gerente de produto da empresa, Felipe Romano, testes de produtividade apresentaram um resultado “promissor”. Ele explicou que, considerando as diferenças entre as cultivares e as regiões no Brasil, a nova soja pode proporcionar de três a cinco sacas a mais por hectare de produtividade. O plano da empresa considera o lançamento de pelo menos 11 variedades com a tecnologia para atender a diversas regiões do Brasil. “Queremos vir bem agressivos ao mercado”, disse.

 

 

Fonte: http://goo.gl/oSRZ5Y